close× Call Us
close×
EGAP Pesquisadores responsáveis: Marcus Holmlund, Malte Lierl
Local: Burkina Faso

Registration: 20151120AA

Datas de intervenção: abril – maio de 2016

Contexto: Eleitores e candidatos em Burkina Faso foram confrontados com uma situação altamente incomum após o golpe em 2014. Governos locais titulares foram removidos do cargo e novas eleições municipais foram programadas para ser realizada em 2016. Enquanto as eleições municipais anteriores foram dominadas por um partido único, esse partido dominante anterior agora se tornou uma força política entre muitas outras numa paisagem política muito mais fragmentada. Como consequência, os políticos a nível local são forçados a posicionar-se novamente, mas agora num ambiente alterado. Isto levanta uma série de perguntas importantes: ¿Podem os políticos locais que foram associados com o antigo partido ganhar mudando de partido? ¿Que atributos no candidato pode contrabalançar os efeitos de ser associado com o regime anterior? ¿Existem diferenciações entre os candidatos que sejam determinantes tão fortes na preferência dos eleitores que quaisquer outros atributos ficam irrelevantes?

Desenho de pesquisa:   Os pesquisadores realizam um experimento de pesquisa com os cidadãos em idade de votar em 118 municípios rurais. Os inquiridos são questionados sobre sua preferência entre dois candidatos a prefeito imaginários, que são caracterizadas por oito atributos aleatoriamente assignados com os quais os candidatos podem ou podem não ser diferenciados. Além disso, os inquiridos são questionados sobre a medida em que a sua preferência pode ser alterada com informações adicionais sobre os candidatos e sobre os tipos de informação que têm a maior influência sobre a sua preferência. O experimento foi concebido para lidar com dois conjuntos distintos de questões de pesquisa. O primeiro conjunto de questões lida com a relação entre a diferenciação de candidatos e a receptividade dos eleitores à informação: (1) ¿Existem dimensões de diferenciação do candidato capazes de fazer os eleitores ignorar mais informações? (2) ¿Que tipo de informação vai influenciar eleitores indiferentes? (3) Qual é a relação (observacional) entre a indiferença dos eleitores e intenção de votar? O segundo conjunto de questões incide sobre os mecanismos pelos quais o apoio político local é sustentado, especificamente no contexto de Burkinabe. Para explicar o impacto a nível local da transição política a nível nacional em Burkina Faso, é crucial entender se a votação nas eleições a nível local é partidária ou personalista. Vamos, portanto, investigar as seguintes questões adicionais: (4) Nas eleições municipais, ¿vão os eleitores se afastar dos apoiantes locais do ex-presidente Blaise Compaore, embora muitos políticos locais estabelecidos foram e continuam afiliados com o CDP? (5) ¿podem os apoiantes locais do ex-presidente Blaise Compaore obter o ganho mudando de partido? (6) ¿Quais dimensões de diferenciação do candidato podem contrabalançar uma associação com o regime anterior?

Hipóteses:
  • Quanto mais entusiasmo mostra o eleitor sobre o seu candidato ou partido preferido, maior é a sua motivação para votar, em relação à indiferença do eleitor entre candidatos / partidos.
  • Quanto mais indiferente é o eleitor com o seu candidato/partido preferido e outros candidatos/partidos, menor é a sua motivação para votar, em relação ao entusiasmo do eleitor para o candidato/partido preferido.
  • O acesso à informação do desempenho aumenta de votação pró-titular, se o desempenho do titular é melhor do que o eleitor esperava.
  • O acesso à informação do desempenho diminui voto pró-titular, se o desempenho do titular é pior do que o eleitor esperava.
  • Se os eleitores foram previamente incertos sobre o desempenho do titular, o acesso às informações de desempenho sobre o titular faz que os eleitores ponham mais peso nas expectativas de desempenho dos seus candidatos preferidos.
  • Convites pessoais para reuniões municipais do conselho/delegação reforçam o efeito da informação de desempenho na escolha do voto.
  • Convites pessoais para as reuniões do conselho municipal fazem que as expectativas do desempenho tenham maior peso na formação das preferências dos candidatos nos eleitores.
  • Convites pessoais para as reuniões do conselho municipal aumentam o interesse dos cidadãos e maior atenção às informações de desempenho.
  • Convites pessoais para as reuniões do conselho municipal aumentam a motivação dos cidadãos para votar.
  • A presença real duma reunião do conselho municipal aumenta a motivação dos cidadãos para votar.